Koe no Katachi - mangá

No comment yet
Koe no Katachi


Autor: Yoshitoki Ouima
Gênero: Drama, Romance, Vida cotidiana
Ano de Exibição: 2013
Nº de Capítulos: 62

Sinopse:  A história gira em torno de uma menina surda, Nishimiya Shouko, que vai para a escola e devido a sua deficiência passa a sofrer bullying. O principal responsável por azucrinar a vida dessa menina é Ishida Shouya, menino negligente e sem escrúpulos que faz de tudo para tornar a convivência com a garota impossível, até que a mãe dela ,após recomendação do professor, a coloca em uma escola especial, para pessoas com deficiência.  Shouya se arrepende de suas ações, após alguns anos, já no Ensino Médio, vai em busca de Shouko e decide que depois deste encontro tiraria a própria vida.






Comentários pessoais : 




Hohoho, não é natal mas a bondade desta menina é contagiante, digno de um Salvador. Mesmo com as perturbações causadas por Shouya e sua trupe de baderneiros, Shouko parece o perdoar e deseja ser sua amiga, convite de paz ridiculamente negado por esse "amor de menino".  

Comentários específicos:



" Amigos"


Cá está nosso protagonista, Ishida Shouya, uma salva de palmas para ele. Depois da transferência da Shouko para outra escola, ele quem é culpado e denunciado pelos próprios amigos pelo que fizeram com a garota. Irônia do destino, ele agora é atormentado durante todo o resto do fundamental e sofre um bullying pesado por seus companheiros de outrora.  


2º 

Arrependimento


Sábios nos aconselhariam a não julgar para não sermos julgado, o arrependimento é a flor de toda a má ação, uma pena que nem todas as árvores são frutíferas. No caso do nosso amado protagonista, que aqui num sentido irônico, passa depois de alguns capítulos a ser um sentimento real pelo mesmo, ele se arrepende de seus atos e radicalmente decide por fim a própria vida, mas perdão e recomeço o fazem voltar a vê-la, a garota que tanto odiava, Nishimiya Shouko.




 

Reencontro 


Kawai

Shouya vive agora pela menina, que tirou e lhe devolveu a vida, e por um desejo dela mesma passa a caçar seus colegas antigos do Ensino Fundamental. Reaparecem algumas criaturas boas e outras nem tanto. Por exemplo, a tão adorável representante de sala, Kawai. Moça prendada, doce e sempre com boas intenções, que nosso protagonista descreve tão bem. 




4º 

As pessoas não mudam


Num estilo Mashiba, foram escritos esses comentários pessoais. A filosofia do anime parece ser esta, as pessoas não mudam, mas a busca pela mudança faz torna os resultados bem diferentes. Shouko, age de forma tão aparentemente humana por se odiar e de verdade achar que as coisas ruins acontecem ao redor dela por sua culpa. Shouya continua o mesmo Bullying de sempre, mas agora com um peso imenso nas costas. Kawai não faz nem a tentativa de mudança. E muitos outros exemplos podem ser mostrados desta filosofia no decorrer do anime, que o fazem digno de reflexão e leitura, espero não ter dado muitos spoillers e 

Boa leitura ou anime.



Postar um comentário